5 thoughts on “Lloyd “Stephen” Austin

  1. Existem apenas três maneiras de lidar com os gringos: ou você se corrompe (virando entreguista de direita ou de esquerda), ou você se omite (sobe no muro), ou você enfrenta eles.

    O PT é um partido de canalhas, trocaram a luta contra o imperialismo pela completa subordinação ao imperialismo, o identitarismo é só um sintoma. O PT representa uma esquerda completamente domesticada pelo imperialismo. Realmente se venderam por migalhas.

    Em Honduras a esquerda que voltou ao poder depois do golpe de 2009 está completamente subordinada aos gringos. Tudo que eles vão ganhar por abaixar a cabeça para os gringos é outro golpe.

    Os identitários Chile e Colômbia são até mais capachos do que a direita nesses países, que sempre foi sinônimo de subserviência aos gringos. O que importa para eles é a MAMATA, eles não tem projeto de país.

    Não é apenas “8 ou 80”, existe também uma esquerda covarde que adora ficar em cima do muro e termina caindo. O presidente do Peru é um que não é identitário, mas ao mesmo tempo não é nacionalista.

    A eleições brasileiras estão com a segurança comprometida por causa da Oracle (empresa estadunidense). A questão é que o palhaço Bozo é capacho dos gringos por isso ele não pode dizer isso. O Bozo é apenas um palhaço que fica fazendo criticas genéricas que não servem para nada, além de desmoralizá-lo.

    O ideal seria usar um sistema similar ao da Venezuela, DUPLA CONTAGEM.

    Esse negócio de “general negro” é identitarismo puro.

    O General Negro estadunidense que treina os nazistas ucranianos é uma piada. Os negros estadunidenses sempre foram lixo, eles barbarizavam os soldados alemães, mas não tinham coragem de enfrentar a opressão que sofriam no próprio país. [Os estadunidenses eram mais racistas do que os nazistas].

    Os militares brasileiros também são um bando de reaças burros, completamente subordinados aos gringos. O padrão OTAN que eles tanto idealizam é identitarismo puro.

    A imprensa (Globo Golpista) está comemorando o fato de que agora a PM DF tem umX “Coronel Trans”. A imprensa (Globo Golpista) também está comemorando que o Corpo de Bombeiros do Pará agora tem umX BombeirX Trans. [Apenas estou relatando os fatos].

    Daqui a pouco aparece um General Trans. [O pior é que talvez seja mais homem que o Bozo. Não estou fazendo uma piada, estou dizendo isso literalmente].

    1. Vou revelar um segredo.

      Eu odeio o regime estadunidense, mas quando digo que “devemos lutar contra o colonialismo e contra o imperialismo” é de maneira fria e racional. NÃO É UMA SIMPLES BRAVATA.

      Os gringos só querem saber de “roubar, matar e destruir”, são uma raça ruim mesmo. O que eles querem é roubar todas as nossas riquezas (colonialismo) e nos escravizar com uma divida externa impagável (semicolonialismo). O que eles querem é reduzir o Brasil a um simples prostibulo/fazenda, querem transformar os brasileiros em escravos (para eles nós somos uma sub-raça).

      Não podemos “construir um país” sem incomodar os gringos. Qualquer tipo de subordinação (regime militar ou os governos petistas) só termina de uma maneira, no final eles destroem todo o nosso trabalho e “termina sendo tudo em vão”. O legado dos militares foi sucata… O legado dos petistas foi destruído pela Lava Jato…

      O detalhe é que nas eleições desse ano vamos ter a chapa Lula PresidentX e Tucano Moro Senador. [O Tucano Moro e o Cabo Daciolo foram os dois “presidenciáveis” que terminaram enganados pelos próprios partidos].

      Os vira-latas inventaram agora um “mito” de que o Brasil não tem salvação pois a “média de Q.I. da população é baixa”. [Para eles que “mesmo sendo brasileiros” SÓ FALAM DO BRASIL DEPRECIATIVAMENTE E NA TERCEIRA PESSOA”, realmente a “solução” seria mandar todos eles para Miami].

      O Vargas, que apesar de ser fascista, foi o único (ÚNICO) governante que tentou construir um país terminou derrubado pelos militares MAÇONS (doutrinados pelos gringos). Ele terminou pagando com a vida pela decisão errada de apoiar o Ocidente naquela guerra.

      Os monarcas portugueses (Dom Pedro I e Dom Pedro) eram tão incompetentes que sequer tentaram construir um país. Sendo que naquela época ainda era algo relativamente fácil de se fazer.

      Estou desafiando qualquer um que queria me refutar… [Com argumentos e não com mimimi…].

      Lula, José Dirceu, Ciro Gome e até o Bozo. [Não aguentam cinco minutos de debate comigo]. Pelo menos eu não tenho a ilusão que o Enéas tinha em 1989 de que acabar com eles no debate mudaria o resultado das eleições. [O resultado das eleições já está escrito nas estrelas e só pode ser “decifrado” por algum Oráculo].

  2. O Viktor Orbán da Hungria está sendo acusado de “nacionalismo xenofóbico”. Não sei se as acusações são merecidas, exageradas ou infundadas pois não tive acesso ao que ele disse (ou a uma tradução fidedigna).

    Pelo que li na mídia identitária “ter uma raça” é crime. Os únicos que podem falar em raça são os identitários. Os sionistas reclamaram, isso indica que ele está certo. [Não quero cair na armadilha de ser “do contra”, prefiro fazer uma avaliação justa].

    Os petistas nessa brincadeira (creio que para eles é uma brincadeira) de ser “do contra” estão tratando a urna eletrônica como uma coisa sacrossanta. [Isso é um ato de pura imbecilidade].

    A turma do Sr. George Soros fez campanhas pesadas de controle de natalidade na Europa e funcionou. Agora estão trazendo imigrantes para repor a perda de mão de obra e possivelmente para substituir gradualmente a população local. [O Plano Kalergi, que muita gente trata como simples “teoria da conspiração” está sendo executado].

    Pessoalmente não me ofendo que os brancos europeus queiram preservar a própria “religião/raça/cultura”. Existem “certas pessoas” que prezam muito pela própria “religião/raça/cultura” e paradoxalmente adoram destruir a “religião/raça/cultura” dos outros.

    Isso não me atinge pessoalmente, mas acredito que os imigrantes precisam “respeitar e ser respeitados”. O Ocidente (França) usa o estado laico para desrespeitar as mulheres mulçumanas, proibindo o véu, isso obviamente está errado. Por outro lado os imigrantes quererem transformar Paris num califado (Sharia Law) também seria um absurdo.

    A imigração e emigração, sempre existiu, faz parte da dinâmica das populações. O problema é quando as mudanças climáticas e outros fatores entram na população.

    O Orbán da Hungria caiu no meu conceito por apoiar o Bozo (não é homem, não é nada). O Bozo (palhaço) é apenas um palhaço, que não pode ser levado a sério.

    1. Não acredito que o povo brasileiro seja uma raça inferior, mas acredito que a falta de inteligência e de caráter são problemas reais e devem ser enfrentados.

      Não tem como saber se um material (humano) é bom ou não sem trabalhar com ele… O Brasil tem um problema por ter muita população, trata o povo como “lenha para queimar”, não valoriza a sua população….

      O Covid causou uma EVASÃO ESCOLAR ABUSURDA. Algumas escolas públicas estão FECHANDO TURMAS POR FALTA DE ALUNOS, isso está afetando as turmas da Manhã, Tarde e Noite.

      Sobre educação, um dos nossos maiores problemas é o “roubo de cérebros”, facilitado pelo COMPLEXO DE VIRA-LATAS. Os gringos querem roubar tudo que presta (o que não presta, nem para os gringos, eles só doutrinam e mandam de volta para nos sabotar, como fizeram com o Jean Wyllys e com o Tucano Moro).

      Sobre caráter é complicado…

  3. Gostaria de fazer um pequeno paralelo entre a história do Brasil e a história estadunidense…

    O único período em que a “elite do atraso”, ruralistas escravocratas, ficaram fora do poder foi durante a Era Vargas. O que eles fizeram depois de ser derrotados militarmente (1930 e 1932) criaram a USP que só serve para trabalhar contra o Brasil. O sonho dos USPianos é destruir todo o legado da Era Vargas.

    A elite escravocrata estadunidense (democratas) usou as universidades (identitarismo) para voltar ao poder, mas de maneira DEFINITIVA. Os republicanos vão ser derrotados pois são burros e irracionais (não conseguem responder de maneira racional apenas fazem a brincadeira de “ser do contra”).

Deixe uma resposta