9 thoughts on “Realinhamento geopolítico à vista na esquerda brasileira

  1. Na verdade é muito simples de explicar isso.

    O imperialismo desistiu de destruir (continuam matando e prendendo, mas em menor escala) a esquerda e apostou na substituição (usaram dinheiro para corromper todo mundo). A Velha Esquerda terminou marginalizada, morta e “vítima da passagem do tempo”, agora só sobrou a “Nova Esquerda” que foi criada pela CIA [Liga Internacional dos Trabalhadores – Quarta Internacional (LIT-QI)].

    Toda a “nova esquerda” defende o imperialismo estadunidense.

    Os fascistas (no sentido amplo, que inclui nazistas, integralistas e etc…) foram “substituídos” pelos Neocons, que são a “Nova Direita”.

  2. Na Polônia o governo fascista, que simplesmente parou de comprar gás da Rússia sem pensar nas consequências, mandou a população “catar galhos secos” para preparar-se para o inverno. Será que vai sobrar alguma árvore?

    Lembrando que naquela Região perto de Chernobil (principalmente Ucrânia e Bielorrússia) ninguém pode cavar e até andar já aumenta muito o nível de radiação.

    O pior é que nós (brasileiros) e os russos estamos mais preocupados com os eslavos do que os líderes ocidentais. O engraçado é os poloneses por serem fascistas (cegueira ideológica) odeiam os brasileiros (latinos) e os russos e paradoxalmente idolatram os líderes ocidentais que desprezam eles por serem eslavos. Enfim, a ironia.

  3. Pizzagate

    Nunca foi sobre pizza, sempre foi sobre galinhas.

    Aqui no Brasil uma certa “teoria da conspiração” chegou em meados dos anos 2000, mas os gringos nunca ficaram sabendo disso antes do famoso “pizzagate”. Inclusive acho que ficamos sabendo apenas dos testes no Suriname, mas pela coincidência entre as informações deve ser o mesmo esquema.

    A justificativa oficial para encher as galinhas de hormônios foi para acabar com a fome no mundo, afinal pessoas de todas as religiões/raças comem galinhas. Eles sempre tem alguma excelente desculpa.

    Num certo país hipotético (Costa Rica) da América Central repleto de hotéis e cassinos, frequentemente visitado por certos políticos estadunidenses e seus amigos milionários, fizeram um certo experimento cientifico com fins de engenharia social.

    Encheram as galinhas de hormônios e isso provocou um aumento no número de meninos virando LGBT e também provocou amadurecimento sexual precoce nas meninas. Muitos desses meninos terminaram virando “mulheres com Tênis”. No caso das meninas houve uma explosão no número de gravidez na adolescência. A prostituição infantil virou uma epidemia nesse país hipotético (Costa Rica).

    Inclusive querem abrir uma filial desse esquema de cassinos no Brasil.

  4. A Índia é muito menos violenta do que o Brasil apesar do indiano médio ser muito mais pobre do que o brasileiro, o que desmente a tese de que a violência urbana é causada pela pobreza. O que permite a violência desenfreada é a ideia de vale-tudo, o “é proibido proibir”, ataques as forças de segurança públicas e defesa da criminalidade como se fossem vítimas.

    A Índia tem mais de 1 bilhão e trezentos milhões de habitantes, quase sete vezes mais do que a população brasileira. Os índices de homicídios são nove vezes menores na Índia do que no Brasil. O Brasil tem 55.574 homicídios por ano e 26,74 mortes por 100 mil habitantes; na Índia, há 3,21 homicídios por 100 mil habitantes, com 41.623 mortes.

    A população carcerária na Índia é menor do que a brasileira tanto em números absolutos como em percentual da população total. (População carcerária na Índia – 33 por 100 mil habitantes – 418.536 encarcerados; população carcerária no Brasil –- 342 por 100mil – 607.731 presos).

    No Brasil o índice de estupros e agressões sexuais tem aumentado, enquanto na Índia permanece baixo e estável.

    Na Ásia, continente mais seguro ao lado do europeu, não existe lixo cultural como músicas e estilo de vida que fazem apologia ao uso de drogas e à criminalidade como se fossem algo desejável. Cultura-lixo que é estimulada no Brasil por grupos que se beneficiam e são financiados pelo dinheiro gerado pelo tráfico de drogas e pela criminalidade ligada a ele. Nenhum asiático ousa fazer uma letra do tipo “Aqui é MC Zé Droguinha! Vô fuma bagulho e dá tiro na puliça! As vagab*nda fica loka com os bandidu nóia!”.

    Já no Brasil, esse tipo de lixo é estimulado e chamado de ‘cultura do oprimido’ pela mídia, cujos donos ganham com lavagem do dinheiro do tráfico, por narco-partidos, como o PSOL, por políticos, ativistas e juristas que recebem dinheiro do tráfico de drogas.

    A Índia tem a maior favela do mundo, de Mumbai, e lá não tem favelado levantando fuzil, jogando granada na polícia e sendo chamado de vítima por um Ministério Público e pela Mídia financiados pelo tráfico

    1. A Índia tem uma enorme vantagem sobre o Brasil, que é uma elite culta. A elite brasileira é apenas uma gentalha ignorante.

      A questão é se a elite indiana tem um projeto de país, ou se é como a elite brasileira, que enxerga o próprio país como uma colônia.

      O maior problema da índia é o complexo de vira-latas, reforçado pelo idioma que eles falam. Eles estão inclusive importando a cultura lixo dos gringos, o rap. Recentemente mataram um rapper indiano, o que prova que também existe “vida loka” na Índia.

      A Índia não é esse paraíso todo e muita coisa não entra nas estatísticas.

      Muitos crimes contra os “dálite” não são sequer investigados pela polícia indiana.

      No interior da país existem locais sem polícia onde os anciões da tribo fazem o papel de juízes e mesmo sendo pessoas supostamente sábias fazem um monte de bobagens e até cometem crimes no exercício da função jurisdicional.

      Na Índia ainda existem vinganças de uma família (clã) contra outra família (clã).

  5. Como o Bozo vai se reeleger?

    O PT levou a eleição de 2018 na brincadeira, perdeu, e não aprendeu nada com isso. Podiam ter decidido não disputar as eleições para protestar contra o Golpe, decidiram participar e deveriam estar cientes das implicações disso. Não estou dizendo que tinham obrigação de participar ou de ficar de fora, só estou dizendo que deveriam assumir a responsabilidade pelas escolhas que fazem. O PT (Gleisi Hoffmann e Fernando Haddad) é pura arrogância e amadorismo. Eles preferem culpar o Ciro que foi para Paris pela derrota do que assumir que erraram (por ação e por omissão) e fazer uma leitura do cenário (todos os candidatos da direita no primeiro turno atuaram como linha auxiliar do Bozo, por isso a situação era praticamente impossível de reverter). O Haddad fez de tudo para ser prefeito de São Paulo, não fez nada e perdeu a reeleição. O Haddad agora quer ser governador de São Paulo, acho que apenas pela mamata. O importante é que se perder as eleições basta culpar o Marcio França e fica tudo certo.

    A única coisa que o Haddad fez como prefeito de São Paulo foi decretar que “funk é cultura”. Pode até ser cultura para os intelectuais que vivem nos bairros nobres, mas para o cidadão trabalhador que quer apenas descansar (dormir) no final de semana e tem que suportar a imundície dos bailes funk garanto que não é cultura. Depois reclamam que o pai de família favelado vota no Bozo. Para os identitários é melhor dizer que o funk é cultura do que oferecer opções de lazer para os jovens da periferia. Por isso a direita (PSDB) também defende o identitarismo.

    O PT é comandado por moleques, gente sem responsabilidade. Por isso o PT nunca vai fazer autocritica. Em 2018 não tinha COVID e nem o vírus do macaco e mesmo assim os petistas preferiram ficar em casa do que fazer campanha.

    Outro problema do PT é a falta de profissionalismo, essa turma que só quer saber de “lacrar nas redes sociais” termina desenvolvendo uma certa neurose (basta pesquisar sobre dopamina e redes sociais para entender esse problema). Outro problema é que como nunca trabalharam na vida não sabem administra a moral de uma equipe.

    O cenário nesse momento é exatamente o que a direita tradicional (PSDB e Globo Golpista) considera ideal.

    Os petistas estão eufóricos (moral sobe mais do que deveria) com as pesquisas que estão inflando o Lula artificialmente. Os petistas são preguiçosos e não gostam de fazer campanha, então para eles a certeza de uma vitória sem esforço no primeiro turno é a motivação que faltava para eles “ficarem em casa”.

    As pesquisas também estão colocando o Bozo para baixo artificialmente. O truque é exatamente fazer o Lula descer e o Bozo subir para criar o gráfico em forma (X) e fazer os indecisos votarem no Bozo.

    O que vai acontecer quando os petistas perceberem que vai ter segundo turno, vão se desesperar (a moral vai descer mais do que deveria) e vão fazer outra bobagem identitária como o “Ele Não”. Não foi o PT, mas certas ONGs que organizaram o “Ele Não”. Uma coisa que não sei é se foi proposital, mas realmente acho que fizeram aquilo para ajudar a eleger o Bozo. Colocar aquele monte de identitários aumentou a rejeição ao PT, causou até uma certa repulsa.

    O Bozo realmente pode ganhar se levar para o segundo turno.
    Os petistas continuam achando que não vai ter golpe, o Bozo ganhando ou perdendo vai dar golpe.

  6. Muita gente esqueceu do golpe de 2016.

    Os petistas que idolatram o Obama (responsável pelo golpe de 2016) e até comemoraram a eleição do Biden (também responsável pelo golpe de 2016) agora estão defendendo o Ministério da Verdade “orwelliano” do Biden.

    Vocês sabiam que a mulher que o Biden colocou para chefiar o ministério da verdade tem ligação com o “Wilson Center”, organização diretamente envolvida no golpe de 2016. A famosa (jázara) Nina Jankowicz obcecada em impor a “ditadura do pensamento único” da imprensa sionista. Os sionistas querem ser “oficialmente” os donos da verdade, censurando todo mundo que ousar discordar deles.

    Pior do que os monstros conhecidos são os monstros desconhecidos que existem dentro da burocracia do “establishment” estadunidense. Os sionistas defendam a censura contra a imprensa russa e ao mesmo tempo defendem a liberdade de expressão para que possam doutrinar os “goyim”, esse é o duplipensar.

    Os petistas não tem cérebro, por isso só fazem CTRL C + CTRL V no que os liberais do partido democrata estadunidense dizem. Os petistas acreditam que o Ministério da Verdade do Biden foi criado com boas intenções, apenas para “combater as Fake News”.

    Eu já vi a Globo Golpista inventar (coisas absurdas mesmo) notícias que “um jornalista ouviu de uma anônima” e ninguém nunca acusou eles de “Fake News”. A grande mídia possui licença para mentir.

    O plano do ditador (deus rei) do STF é bastante obvio, vai perseguir e prender todos os outros partidos e candidatos para o PSDB conseguir ganhar as eleições. O candidato do PSDB é o Bozo, aquela chapa identitária é só para lacrar e marcar posição.

    Nunca fecharam o GDO (Gabinete Do Ódio) e nunca vão fazer isso. Atualmente querem fechar o PCO, sob aplausos dos “identitários”. Daqui a pouco fecham o site do PT e aqueles lixos do PSOL.

Deixe uma resposta