3 thoughts on “Do reset monetário à limitação do crescimento infinito

  1. Sobre “teorias da conspiração”.

    Existe inclusive um livro sobre isso “In God´s Name – An Investigation on the Murder of Pope John Paul I”.

    A maçonaria (P2) matou o Papa João Paulo I (primeiro) e cerca de 15 dias antes dele, um coronel da URSS (Arcebispo Nikodin, coronel da KGB em missão no Vaticano). Mataram os dois para esconder a verdade sobre o Segredo de Fátima?

    O maçom João Paulo II praticou uma heresia, em sentido formal, ao repetir o sacramento de consagração da Rússia. O objetivos dos maçons (os homens de avental) sempre foi destruir a ICAR.

    Basicamente se você acredita em teorias da conspiração te chamam de idiota, mas idiota mesmo é quem acredita na Globo Golpista. Obviamente existe muitas loucuras, mentiras e bobagens, mas a CIA inventou as “teorias da conspiração” para esconder a verdade.

    A terra é redonda, mas os maçons da NASA escondem muita coisa. A questão da terra Oca, por exemplo, é um pouco mais interessante e complexa do que a terra plana. Existe gente que acredita que existem reptilianos (George Sauros) vivendo dentro da terra. Outros (exotéricos da SS Thule) acreditam por exemplo que o Reino de Shamballa existe no mundo físico (material).

    Os sionistas são um bando de lunáticos, basta estudar a “cosmovisão” deles para saber isso. Os maçons, gnósticos e tariqueiros são todos lunáticos.

    Acho que se eu falar o que eu sei sobre os reptilianos posso sofrer um “acidente”. Acredito que eles não tem escamas, mas não tenho dúvidas sobre o caráter monstruoso deles. O Sr. George Sauros está muito animado com a possibilidade de uma 3ª guerra mundial.

    Realmente os reptilianos nibirutas (Draco Reptilianos de Nibiru) são bons de porrada, parecem até super heróis do cinema lutando, mas não são invencíveis. Não sou nenhum São Jorge da Capadócia, mas consigo enfrentar eles.

    O “great reset” é tratado pela BBC como uma simples “teoria da conspiração”. Meu problema com essa teoria é que cada fonte conta de uma maneira. A versão do partido democrata estadunidense é muito diferente da versão do partido republicano estadunidense. Os dois partidos estão envolvidos em muitas teorias da conspiração.

  2. Minha interpretação sobre o “great reset” é um pouco diferente… Todas as minhas fontes dizem que é uma discussão extremamente abstrata, quase metafísica.

    Quanto valeria o dinheiro num mundo “sem os goyim” onde só existem bilionários e milionários e os robôs fazem todo o trabalho? [Esse mundo seria o paraíso dentro da visão de mundo da turma do Elon Musk].

  3. Especificamente sobre a parte econômica do texto. Mises é lixo total e citar ele já diminui o valor do texto. “É por isso que as ideias insanas de Marx foram adotadas por aqueles com poder geracional”. Sim, claro. Refutar isso seria como jogar xadrez com um pombo.

    Eu em certa feita li um livro bastante interessante do Marqués de Olivart (1861-1928) sobre Direito internacional (Tratado de Direito Internacional Público – Tomo I – Quarta Edição – 1903). Todos os tomos são de anos e edições diferentes, infelizmente, mas estão em ordem cronológica. Não ficam bonitos na estante, mas servem para ler.

    Quem conta a história são os vencedores, então queria ler algo diferente, a opinião de um dos derrotados. [Provavelmente a Espanha estava em seu pior momento, já que tinha inclusive perdido seu “status” de potência colonial, depois de ser expulsa do Caribe pelos gringos]. Como um país que já foi uma superpotência tornou-se esse “lixo” que é hoje?

    Apesar de discordar do autor sobre diversos pontos consegui aprender algumas coisas.

    A ideologia sionista já estava circulando entre as elites naquele momento. Obviamente por obra da maçonaria.

    A parte realmente interessante é quando ele fala da economia. Ele dizia claramente que com a Independência das Colônias o PIB e consequentemente a economia mundial desabaram.

    A parte mais impressionante é a incapacidade das pessoas de enxergar e lidar com a decadência.

    Não estou realmente defendendo o colonialismo, na verdade estou criticando. Os neocons dizem que a guerra é boa para a economia. Esses parasitas defensores da necropolítica nunca conseguem explicar isso na pratica. A economia do Afeganistão deveria estar ótima já que os gringos roubaram, mataram e destruíram aquele país. Os únicos que lucram com as guerras são os parasitas do “deep state”.

Deixe uma resposta