4 thoughts on “Um país doente

  1. Uma das abordagens que faço é que parte da sociedade defende valores, os quais não têm a menor noção do que são, tais como: estado mínimo, privatização, individualismo, empreendedorismo. Por não terem a menor ideia do que representa esses valores, acabam se deixando influenciar pelos agentes neoliberais. Agora com a privatização da Eletrobras, o povo vai sentir na pele as consequências da alienação política.

  2. Vocês falam que a falta de energia em Roraima foi culpa da Venezuela, mas isso é uma mentira. A culpa foi da concessionaria estadual de energia que demitiu os técnicos que cuidavam de linhões (alta tensão) pois achava que gastar com “mão de obra especializada é desperdício”. Realmente é desperdício gastar com uma equipe de emergência, por isso quando deu um problema (emergência) terminou virando um desastre.

    Quem resolveu a emergência foram os técnicos da Eletrobrás. E agora se acontecer uma emergência? Vamos chamar o Chapolin Colorado? No mundo real os técnicos precisam de formação. Os capitalistas brasileiros vivem no “metaverso”.

    Infelizmente eu sei o que vai acontecer. Vão ligar o “moedor de carne” e mandar uns eletricistas amadores resolverem.

    No meu estado logo depois das privatizações demitiram os técnicos e contrataram amadores. O resultado foi que morreu um monte de gente, todos trabalhadores.

Deixe uma resposta