3 thoughts on “Dissonância entre a política externa e a agenda econômica

  1. O sr. paulo Guedes representa o capitalismo; frio , mesquinho, explorador e indiferente ao sofrimento do povo brasileiro- prega uma economia aberta e liberal, o laissez faire sem controle, onde tudo é privado, saúde, educação, transporte é problema do indivíduo. Sem meios para produzir o proletário é reduzido a escravo e o estado fraco, serve aos interesses estrangeiros dos países ricos, esse é o seu modelo. Enquanto a elite que ele serve, enriquece de maneira abjeta.

  2. Não tem dissonância nenhuma. O Bozo é neocon (ele não é nacionalista e sim entreguista) e a economia é neoliberal (entreguista). Não sei de onde vocês tiraram que o Bozo é nacionalista, isso é uma afirmação sem nenhuma base. Daqui a pouco vão fazer como os “gayzistas de direita” que dizem que o Bozo não é homofóbico.

    Vocês defendendo o Bozo parecem a turma do PCO defendendo o Lula. Dizem que o Lula é “contra o regime instituído pelo golpe de 2016”, mas o PT nunca lutou contra o golpe e o Lula aliou-se aos golpistas do PSDB.

    O Bozo só não ficou abertamente contra a Rússia por “capricho”, ele odeia o PresidentX Biden, mesmo assim como ele é vira-latas (gosta de bater continência para a bandeira estadunidense) então daqui a pouco ele se coloca abertamente contra a Rússia. O palhaço da Turquia está praticamente na mesma situação que o Bozo.

Deixe uma resposta