3 thoughts on “Felipe Quintas: “A polarização em torno de 1964 já não faz o menor sentido”

  1. […] seguidores de Olavo de Carvalho, o maior nome intelectual da direita contemporânea […].

    A direita realmente caiu na total “indigência intelectual”.

  2. Eu entendi o texto, mas não concordo com essa postura de querer pagar de “isentão”.

    Não é um assunto assim tão antigo e certamente possui reflexos na atualidade. [Não trata-se de algo que simplesmente acabou e “exauriu seus efeitos”].

    Sobre os inexistentes “herdeiros do golpe”. Não existem? E o neto do Figueiredo?

    Sobre os “herdeiros do golpe”…

    Politicamente.

    O Bozo foi eleito com o discurso saudosista da ditadura e com o apoio dos militares (claramente viúvas da ditadura com o discurso golpista). Os militares são criminosos, apoiaram o golpe de 64, o golpe de 2016 e se pudessem dariam um golpe em 2022/2023 para transformar o Bozo em ditador.

    Os verdadeiros herdeiros da ditadura, politicamente, são os bandidos do Centrão, oligarquias regionais, que apoiavam o regime. O Centrão é uma herança maldita deixada pela ditadura.

    Realmente sobre os herdeiros da oposição. Praticamente todos os políticos importantes do período 1988-2016 (PMDB, PSDB, PT e etc…) declararam herdeiros da oposição. [Quem realmente lutou contra o regime morreu e os oportunistas, muitos até colaboracionistas, saíram como heróis].

    Economicamente.

    Os militares golpista de 1964, realmente deram continuidade a “Era Vargas”. E os vermes liberais (Bozo e PSDB) declararam publicamente por diversas vezes que querem destruir todo o legado da “Era Vargas”. [A direita só quer sabe de roubar, matar e destruir].

    O PT até estava indo na direção certa, mas a inflexibilidade tática do PT complicou tudo. Eles eram incapazes de fazer “correções de curso”.

    O grande gargalo, que me impede de elogiar a ditadura, é justamente que o legado da ditadura foi só sucata. Muito embora seja normal começar um processo de industrialização produzindo material de baixa qualidade (China e Japão fizeram isso), o problema é que o Brasil não conseguiu dar o “próximo passo”.

    Os empresários brasileiros são acomodados? Transformaram o Lucro em Luxo e não fizeram nenhum avanço tecnológico.

    Os militares eram imbecis que só gostavam de puxa sacos. Perseguiram muitos cientistas, isso também travou o desenvolvimento tecnológico.

    O Collor, FHC e os outros neoliberais destruíram totalmente a indústria nacional.

    Os militares com a ocupação desordenada do interior do país destruíram diversos biomas. Entregaram as terras comunais da União para os latifundiários e deixaram os camponeses literalmente “sem terra”. [Acho que quem mais reclamou disso foi a ICAR].

    Apenas para citar um assunto “exótico” gostaria de citar que a entrega dos terrenos na beira das rodovias aos latifundiários deixou os Ciganos (Gitanos) sem lugar para acampar. [Os identitários destruíram completamente as ciências humanas, por isso é difícil encontrar algum trabalho interessante ou relevante].

Deixe uma resposta