Há 200 anos o Brasil festejava o Dia do Fico

Por Felipe Quintas

Hoje (9/1) se completam 200 anos do Dia do Fico, quando Dom Pedro, influenciado por José Bonifácio, Maria Leopoldina, Gonçalves Ledo e outros patriotas, acata a reivindicação escrita de 8 mil brasileiros para rejeitar a ordem das Cortes portuguesas (testas de ferro da Inglaterra) de retornar a Portugal e proclama: “Se é para o bem de todos e felicidade geral da nação, digo ao povo que fico!”

Nesse momento, inicia-se a Guerra de Independência contra Portugal – vencida, sempre bom lembrar, com recursos inteiramente próprios, sem um tostão inglês – e tem início o primeiro gabinete do Brasil independente, chefiado por José Bonifácio, que se torna, uma semana depois, Ministro de Estado dos Negócios do Reino do Brasil e das Relações Exteriores.

E cá estamos nós.

Deixe uma resposta