4 thoughts on “E se “Não Olhe para Cima” fosse sobre a esquerda identitária?

  1. Um sentimento de forte desesperança, toma conta de nossa alma e mente, um momento onde uma grande parcela da população é explorada e usada de todas formas possíveis, expondo a fragilidade da sociedade, enquanto uma pequena elite enriquece e ostenta grande poder e luxos sem limites A natureza sofre, os recursos se esgotam, traidores e canalhas de toda sorte se aproveitam para obter vantagens, metáforas do nosso tempo, tristes tempos.

Deixe uma resposta