Beija mão na corte

Os petistas e lulistas estão em êxtase porque Lula foi no parlamento europeu beijar as mãos colonialistas, foi pegar a bênção dos nossos algozes dos últimos 199 anos, até por incrível que pareça quem menos explorou o Brasil foi Portugal.

Até hoje subsiste a teoria de que os países da Península Ibérica exploraram a América Ibérica, quando na realidade foi uma troca, pois todo desenvolvimento nosso veio de lá, a exploração de verdade veio depois, dos tubarões anglo sionistas saxões e por último escandinavos, esses sim são os verdadeiros abutres da nossa Ibero-América, foi para esse pessoal que o Lula foi beijar a mão e arriar as calças.

Enquanto o cagão fica falando em energia limpa e sustentável, a comunidade Europeia está de joelhos pedindo gás petróleo ao Putin e acelerando a exploração do maior poluente da natureza, que é o carvão mineral.

Aí, em nossas terras, um misto de ecobobos liderados por oportunistas ficam cantando mantras ecológicos, não é à toa que estamos no nosso “século da vergonha”, que começou com a nova república em 1989, enquanto os arrogantes e exploradores europeus planejam tomar nossas riquezas e nos transformar na África do século XXI, pois pelas bandas de lá ninguém mais aguentam reis leopoldos da vida.

Os europeus que vão à merda, que fiquem por lá no seu continente decadente, antro da exploração mundial, quem quer projetar o Brasil para o futuro tem que olhar para dentro do país e para nossa Ibero-América, é aqui juntamente com a sofrida da África que está a chave do nosso sucesso.

Qualquer coisa fora disso não passa de sabujice, síndrome de colonizado, pois o Brasil perdeu quase 80% de seu PIB industrial nos últimos 40 anos. Quanto mais Europa, quanto mais Estados Unidos, menos Brasil.

Os números não mentem jamais, estão todos aqui, estão a um clique de distância de qualquer um, basta honestidade intelectual para fazer a procura, montar a comparação e enxergar a olhos vistos a solução escancarada a nossa frente.

Não vê quem não quer, não vê quem recebe para tapar os seus próprios olhos e os olhos alheios, até quando teremos que recorrer a soluções paliativas como um Lula e um PT ou qualquer um que hoje se apresenta como oposição no Brasil?

Deixe uma resposta