A desintegração e o desmanche da Petrobras podem levar o Brasil a ser uma nova Nigéria, afirma professor do IFF

Por Valdemar Medeiros para o Click Petróleo & Gás

Segundo o professor e engenheiro, a Petrobras está vivendo uma enorme desvalorização, algo semelhante ao que ocorreu no inicio da crise do petróleo na Nigéria

O Professor afirma que o processo de desinvestimento em massa da líder de mercado Petrobras é um dos principais causadores do processo chamado por ele de “nigerização”, onde o Brasil poderia se tornar a nova Nigéria. Mas atenção! “Alguns setores que criticam o novo modelo de negócios da Petrobras são ideológicos estatizantes e não condiz com o interesse da estatal e do Brasil, diz Prof. Cleveland M. Jones” . Leia a crítica a esse artigo aqui.

Professor afirma que estamos vivendo um processo de “nigerização”

A discussão do tema não se refere a tratar a Nigéria com menosprezo, mas sim abordar por o tema com uma visão mais aprofundada a respeito do país que exporta petróleo cru juntamente a Petrobras.

A venda dos ativos da Petrobras que anteriormente foram chamados de desinvestimentos possuem total contribuição para o que aqui chamamos de processo de “nigerização”, todas as vendas de ativos acabam transformando o Brasil em uma nova Nigéria.

Roubo de petróleo na Nigéria.

Desinvestimentos da Petrobras

O professor afirma que podemos observar que um dos principais fatores que influenciaram e continuam influenciando para que o Brasil se torne a próxima Nigéria foram os desinvestimentos em massa da líder de mercado Petrobras.

O fatiamento e o desmonte criminoso da Petrobras que estão sendo vendidos em um momento de baixa, agora o que resta para os brasileiros são apenas as unidades já prontas, outrossim controladas por empresas estrangeiras.

Coisas que antes cabiam a Petrobras agora estão entregues de xepa, todas as descobertas vendidas a preço de banana.

Empregos no Brasil são levados na medida em que os novos donos assumirem

Os novos donos dos ativos que antes pertenciam a Petrobras começaram a empregar pessoas das suas nacionalidades na medida em que comprarem novos equipamentos.

Para finalizar a sua fala o professor afirma que os brasileiros preferem retornar a condição de colônia, o que seria uma espécie de condado ou protetorado, e acrescenta: que seria bem melhor que a Petrobras ficasse, mas nada pode ser feito agora e o que resta é esperar um processo de nigerização ou melhor dizendo “brasileirização”.

Brasil vai retornar à condição de colônia?

O professor deixa a entender que estamos vivenciando um processo de descolonização, desinvestimentos, empresas estrangeiras assumindo ativos importantes que antes geravam empregos e qualidade de vida aos brasileiros que futuramente serão assumidos por pessoas de nacionalidades diferentes.

Dado o processo de “nigerização” como o professor afirma, ele resume que o mercado brasileiro não apenas de petróleo e gás, já tiveram a chance de se tornar uma grande potencia, mas que futuramente tudo que foi investido e descoberto por séculos pode ir por agua abaixo

Deixe uma resposta