O Brasil que derrete

Olhem o Estado Paralelo, num país onde o governo caga para o povo e só pensa em saquear os cofres também. Em um país sério essa gente seria declarada terrorista e caçados como ratos.

Cena não incomum no Rio de Janeiro, com a banalização do uso de armamento de fogo pesado

Seriam confinados e esfolados vivos e quem ousasse defende-los, como essa New left, o PSOL. Figuras abjetas como o Gregório Duvivier e Marcelo Freixo responderiam criminalmente por isso e apodreceriam numa cela pois seriam terroristas também.

Cadê o Bolsonaro que combate o crime ? Tudo balela, tudo conversa fiada, tudo papo para boi dormir. Na realidade não se combate esses varejistas violentos do narcotrafico porque os grandes beneficiários estão no congresso, no judiciário e travestidos de empresários e homens de bem.

O Brasil virou um narcoestado governado por uma camarilha de ratos ambidestra, onde “Bozo” e “Lules” fingem ser inimigos para se perpetuarem no poder e cada um saquear o país a seu modo.

É por isso que sou atacado pela New Left – e por imbecis de direita também – porque, ao invés de promover inúteis saraus acadêmicos sobre poetas mortos e identitários pra lá de vivos, eu prefiro mostrar o cotidiano e a realidade nua e crua do nosso país.

Como já dizia Darcy Ribeiro , esse sim, um acadêmico de verdade, do mundo real e não um canhoneiro de ambientes refrigerados e carpetes grossos, que foi primeiro conhecer o povo para depois dissertar sobre ele:

“Eu perdi todas as causas que abracei, mas essa derrota é minha maior vitória, odiaria estar no lugar de quem venceu”.

1 comentário em “O Brasil que derrete

  1. O tráfico e drogas obviamente não se resume aos traficantes do morro, aos jovens carentes que andam de fuzil na mão. Por trás há uma organização gigantesca, com ramificações em toda a vida pública do país, e inclusive no exterior. Ninguém quer investigar a fundo isto, pois há muita “gente de bem ” que ganha com isso.

Deixe uma resposta